fbpx
About Us
Lorem Ipsum is simply dummy text ofering thetonat sunrising printing and typesetting industry seo is partysipati carma. Lorem Ipsum is simply dummy,
Follow Us
SIGA A VILA NAS MÍDIAS SOCIAIS

Blog

Festa de carnaval anima pacientes da Vila São Cottolengo

Cabelo Ok, maquiagem Ok, a unha tá Ok. Felicidade e diversão então nem se fala. A festa de carnaval dos pacientes internos da Vila São Cottolengo, que aconteceu na noite desta quinta-feira, dia 20, foi muito mais que Ok, foi sensacional.

A Praça da Amizade, na instituição, foi toda decorada e preparada para a chegada dos foliões, que lotaram a concentração dos blocos. Ninguém ficou parado e o bailão se estendeu noite adentro.

Além dos pacientes, a festa contou ainda com a participação dos profissionais da instituição e foi animada pela Bateria da Escola de Samba Acadêmicos de Trindade e o grupo de pagode Sem Frescura.

Festa de Carnaval da Vila São Cottolengo

Paciente Carlos Betonini

Carnaval da Vila São Cottolengo

Paciente Fernando Pereira

O paciente Carlos Betonini, da unidade Padre Pelágio, cantava e dançava todas as músicas. “Eu gosto muito do carnaval porque eu sei cantar todas as músicas”, disse sorridente.

Durante a festa, os pacientes puderam também pintar os rostos com pinturas personalizadas, cores e muito brilho.

Cada rostinho pintado refletia a satisfação deles em viver aquele momento de alegria. “Eu sou o palhaço pipoca, e eu já estou pronto para a festa”, comemorou Fernando Pereira, paciente da unidade São Clemente.

 

Carnaval da Vila São Cottolengo

Todos os anos a Vila São Cottolengo realiza a festa de carnaval dos pacientes. É um dos momentos mais aguardados por eles, que se sentem entusiasmados em poder viver e sentir uma celebração tão popular da cultura brasileira.

A terapeuta ocupacional Shirley da Silva Caldeira conta que a preparação para a festa já os deixa bastante entusiasmados, principalmente no momento de confecção dos adereços.

“A maioria dos nossos pacientes têm algum comprometimento motor, mas aqueles que têm um pouco mais de habilidade iam organizando as fitas, as tintas, as esponjinhas. O Jorginho, que pinta com os pés, conseguiu fazer alguns detalhes também, mas foram eles que produziram, do jeitinho deles”, explica.

A profissional explica ainda sobre os benefícios adquiridos durante essas atividades: “Trabalha a autonomia deles, a autoestima, a coordenação motora, é um momento de interação, estimulação sócio-afetiva. São várias abordagens que a gente faz em uma atividade só. Eles se sentem muito competentes e pertencentes às atividades que acontecem lá fora”.

A festa começa nos preparativos

A animação para curtir o carnaval começou antes mesmo da festa. Dias antes, os pacientes iniciam, com ajuda da equipe, a produzir suas fantasias e adereços que serão usados na grande noite da alegria.

Carnaval da Vila São Cottolengo

Paciente Maria Socorro

A paciente Maria Socorro Frazão, da unidade Nossa Senhora Aparecida, ajudou a confeccionar os materiais de carnaval e conta o que achou da experiência: “Eu coloquei brilho e escolhi as cores, gostei de tudo e fiquei muito feliz”, celebra.

Carolina Simiema

Sem Mensagens

Deixe uma Mensagem